O SERVIÇO SOCIAL DA INDÚSTRIA SEMPRE À FRENTE DO SEU TEMPO: SESI/PE ensina receitas juninas para não deixar ninguém de fora da festa

A riqueza da culinária junina é de deixar muita gente com água na boca, mas também representa um sofrimento para quem possui algum tipo de restrição alimentar devido à diabetes, alergia ao glúten, à lactose, entre outros. Mas, para provar que todo mundo pode aproveitar as festas de São João e São Pedro sem culpa e sem prejudicar a saúde, o programa Alimentação Saudável na Indústria, do Serviço Social da Indústria em Pernambuco (SESI/PE), ensina duas receitas saborosas e de baixo custo: canjica de milho verde diet e docinho de arroz (confira no final da matéria).

A canjica de milho verde diet pode ser consumida por todos, mas é uma excelente opção para diabéticos, pessoas que estão fazendo dieta e também por celíacos (alérgicos ao glúten) ou intolerantes ao glúten. Já o docinho de arroz é um bom substituto para o beijinho, “só que mais saudável, pois possui as fibras do arroz, dá energia, ajuda a controlar o nível de açúcar no sangue e tem menos calorias pois não leva leite condensado”, afirma a nutricionista do SESI/PE, Lídia Bandeira.

“Nosso intuito é mostrar como as pessoas podem cuidar da saúde sem precisar se privar dos prazeres de uma alimentação saborosa”, complementa Bandeira. Ela lembra que interessados em fazer o controle ou a prevenção às doenças crônicas como hipertensão, diabetes, restrições alimentares ou mesmo entrar em forma com o controle do peso, podem receber toda orientação nutricional com a equipe do SESI. Para isso, basta agendar a consulta no SESI Clínica, no Espinheiro, ou na Unidade Mustardinha, que fica no bairro de mesmo nome no Recife. Já as empresas de todo o Estado podem  contratar o programa Alimentação Saudável na Indústria, que possui um atendimento personalizado. Mais informações (81) 3412.8330,relacionamento@pe.sesi.org.br ou pelo WhatsApp (81) 9.8829.3330.

Receitas:

Caso tenha alguma dúvida de como fazer as receitas, assista ao vídeo aqui.

– Canjica de milho verde diet

Ingredientes:

12 Espigas de milho verde;

1 litro de leite desnatado ou leite de coco light;

1/2 xícara de adoçante dietético para forno e fogão;

1 colher de sopa de creme vegetal light;

1/4 colher de chá de sal;

2 colheres de chá de canela em pó.

Modo de preparo:

– Higienize as espigas e retire o milho, cortando com uma faca lisa de cozinha em diagonal.

– Após cortado, bata o milho no liquidificador com o leite até ficar homogêneo e passe pela peneira;

– Coloque em uma panela em fogo baixo, mexendo sempre, por 10 minutos ou até soltar do fundo da panela. Adicione o adoçante, o creme vegetal, o sal e cozinhe por mais 3 minutos.

– Deixe esfriar a canjica.

– Coloque a canjica em taças individuais ou em uma travessa e polvilhe com canela.

– Sirva a Canjica de Milho Verde morna, fria ou gelada.

Rende: 10 porções.

Tempo de preparo: 40 minutos.

Custo médio da receita: entre R$ 10,00 e 15,00.

– Docinho de arroz

2 xícaras (chá) de arroz cozido sem tempero

1 xícara (chá) de açúcar

2 colheres (sopa) de margarina

1 xícara (chá) de leite em pó

1 xícara (chá) de coco ralado

Para decorar:

Coco ralado (o suficiente)

Modo de preparo:

– Liquidifique o arroz cozido, usando a função pulsar, até formar uma pasta granulada.

– Coloque em uma panela com os demais ingredientes e cozinhe até desprender do fundo da panela.

– Deixe esfriar e faça bolinhas.

– Passe no coco ralado e coloque em forminhas.

Rendimento: 50 porções

Tempo de Preparo: 1h05 min

Valor calórico por porção: 44 Kcal

Custo médio da receita: R$ 6,00.

Rochélle Alves
Jornalista
Sesi Pernambuco
Assessoria de Imprensa
(81) 3412 8325
www.pe.sesi.org.br

cid:image002.jpg@01D1CD35.E30A2A30

O SERVIÇO SOCIAL INDÚSTRIA SEMPRE À FRENTE DO SEU TEMPO: SESI/PE ensina receitas juninas para não deixar ninguém de fora da festa

A riqueza da culinária junina é de deixar muita gente com água na boca, mas também representa um sofrimento para quem possui algum tipo de restrição alimentar devido à diabetes, alergia ao glúten, à lactose, entre outros. Mas, para provar que todo mundo pode aproveitar as festas de São João e São Pedro sem culpa e sem prejudicar a saúde, o programa Alimentação Saudável na Indústria, do Serviço Social da Indústria em Pernambuco (SESI/PE), ensina duas receitas saborosas e de baixo custo: canjica de milho verde diet e docinho de arroz (confira no final da matéria).

A canjica de milho verde diet pode ser consumida por todos, mas é uma excelente opção para diabéticos, pessoas que estão fazendo dieta e também por celíacos (alérgicos ao glúten) ou intolerantes ao glúten. Já o docinho de arroz é um bom substituto para o beijinho, “só que mais saudável, pois possui as fibras do arroz, dá energia, ajuda a controlar o nível de açúcar no sangue e tem menos calorias pois não leva leite condensado”, afirma a nutricionista do SESI/PE, Lídia Bandeira.

“Nosso intuito é mostrar como as pessoas podem cuidar da saúde sem precisar se privar dos prazeres de uma alimentação saborosa”, complementa Bandeira. Ela lembra que interessados em fazer o controle ou a prevenção às doenças crônicas como hipertensão, diabetes, restrições alimentares ou mesmo entrar em forma com o controle do peso, podem receber toda orientação nutricional com a equipe do SESI. Para isso, basta agendar a consulta no SESI Clínica, no Espinheiro, ou na Unidade Mustardinha, que fica no bairro de mesmo nome no Recife. Já as empresas de todo o Estado podem  contratar o programa Alimentação Saudável na Indústria, que possui um atendimento personalizado. Mais informações (81) 3412.8330,relacionamento@pe.sesi.org.br ou pelo WhatsApp (81) 9.8829.3330.

Receitas:

Caso tenha alguma dúvida de como fazer as receitas, assista ao vídeo aqui.

– Canjica de milho verde diet

Ingredientes:

12 Espigas de milho verde;

1 litro de leite desnatado ou leite de coco light;

1/2 xícara de adoçante dietético para forno e fogão;

1 colher de sopa de creme vegetal light;

1/4 colher de chá de sal;

2 colheres de chá de canela em pó.

Modo de preparo:

– Higienize as espigas e retire o milho, cortando com uma faca lisa de cozinha em diagonal.

– Após cortado, bata o milho no liquidificador com o leite até ficar homogêneo e passe pela peneira;

– Coloque em uma panela em fogo baixo, mexendo sempre, por 10 minutos ou até soltar do fundo da panela. Adicione o adoçante, o creme vegetal, o sal e cozinhe por mais 3 minutos.

– Deixe esfriar a canjica.

– Coloque a canjica em taças individuais ou em uma travessa e polvilhe com canela.

– Sirva a Canjica de Milho Verde morna, fria ou gelada.

Rende: 10 porções.

Tempo de preparo: 40 minutos.

Custo médio da receita: entre R$ 10,00 e 15,00.

– Docinho de arroz

2 xícaras (chá) de arroz cozido sem tempero

1 xícara (chá) de açúcar

2 colheres (sopa) de margarina

1 xícara (chá) de leite em pó

1 xícara (chá) de coco ralado

Para decorar:

Coco ralado (o suficiente)

Modo de preparo:

– Liquidifique o arroz cozido, usando a função pulsar, até formar uma pasta granulada.

– Coloque em uma panela com os demais ingredientes e cozinhe até desprender do fundo da panela.

– Deixe esfriar e faça bolinhas.

– Passe no coco ralado e coloque em forminhas.

Rendimento: 50 porções

Tempo de Preparo: 1h05 min

Valor calórico por porção: 44 Kcal

Custo médio da receita: R$ 6,00.

Rochélle Alves
Jornalista
Sesi Pernambuco
Assessoria de Imprensa
(81) 3412 8325
www.pe.sesi.org.br

cid:image002.jpg@01D1CD35.E30A2A30

ERA TUDO QUE FALTAVA EM PERNAMBUCO: SESI/PE amplia rede de prestação de serviços no Estado

O Serviço Social da Indústria em Pernambuco (SESI/PE) amplia a rede de prestação de serviços no Estado com a inauguração de mais uma unidade. Chamada de Luiz Dias Lins, a unidade de Escada, vai reforçar o atendimento às indústrias da Zona da Mata nas áreas de Educação e Qualidade de Vida. O investimento de mais de R$ 6 milhões na reforma da unidade e sua entrega marcou o último ato oficial do presidente do Conselho Regional do SESI/PE, Jorge Côrte Real, à frente da instituição e simbolizou o esforço da sua gestão em prol da interiorização dos serviços do Sistema Indústria (FIEPE, SESI, SENAI, CIEPE e IEL) ao setor produtivo pernambucano.

“Com o SESI Escada coroamos um projeto de prover à coletividade, especialmente às indústrias, um suporte para o desenvolvimento socioeconômico por meio do atendimento às demandas dos empreendimentos já existentes e dos novos que estão se instalando no Estado”, afirma Côrte Real durante a cerimônia de inauguração da unidade.

Localizado no centro do município, o SESI Escada traz para os trabalhadores da indústria, seus dependentes e a população em geral novas oportunidades em práticas esportivas, tais como hidroginástica e natação, graças ao parque aquático, totalmente reformulado, e futsal, com a criação do mini campo. Os alunos da unidade também passam a usufruir de uma estrutura mais confortável e moderna, com salas climatizadas, laboratórios de informática e ciências, biblioteca e a sala de robótica que estimula o espírito inovador e reforça a construção do conhecimento teórico adquirido em aula e aplicado nos projetos educativos. O bloco principal, os vestiários, a quadra e o salão de festas também foram requalificados. Toda a unidade está pronta para promover a inclusão de pessoas com deficiência, pois suas instalações estão alinhadas às normas de acessibilidade.

Dessa forma, os programas de Educação Básica (o Ensino Fundamental e Médio) e Continuada (cursos de capacitação presenciais e online) e de Qualidade de Vida (Ginástica Laboral, CorporAtivo, Circuito do Bem-estar, Alimentação Saudável, gestão de eventos) poderão ser reforçados e a população ganha novos espaços de lazer com a possibilidade de alugar espaços como o salão de festas, o parque aquático, o campo de futebol e o ginásio esportivo.

O prefeito de Escada, Lucrécio Gomes, prestigiou a solenidade de inauguração do SESI salientando que a unidade “sempre foi uma referência na cidade pela prestação de serviços fundamentais e será de vital importância neste momento em que o município retoma o crescimento impulsionado pela instalação de novas indústrias na Região”. Também estiveram presentes no evento, o superintendente, Ernane Aguiar, a diretora de Operações, Eveline Remígio, o diretor Administrativo e Financeiro da instituição, Ricardo Rodrigues, além de gerentes do SESI e autoridades municipais.

Rochélle Alves
Jornalista
Sesi Pernambuco
Assessoria de Imprensa
(81) 3412 8325
www.pe.sesi.org.br

cid:image002.jpg@01D1CBD4.9EC8CC80

dilma rousseff fêz parte do governo mais corrupto do planeta….temer foi vice de quem??–o sujo falando do mal lavado!

‘Todo dia nos perguntamos: quem vai cair hoje?’, diz Dilma – Presidente afastada reiterou críticas ao governo Temer e acrescentou que “eles não venceram, são interinos”

Dilma Rousseff durante encontro na UFPE, em Recife (Foto: Roberto Stuckert Filho/PR)DILMA ROUSSEFF DURANTE ENCONTRO NA UFPE, EM RECIFE (FOTO: ROBERTO STUCKERT FILHO/PR)

Questionada sobre a saída do terceiro ministro do governo Temer por causa das investigações da Operação Lava Jato, a presidente afastada Dilma Rousseff afirmou na tarde desta sexta-feira (17/06) que “todo dia nós acordamos e nos perguntamos: quem vai cair hoje?”, em discurso feito na Universidade Federal de Pernambuco, no Recife. Citado em delação premiada do ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN)

QUEM DIRIA…. A CIDADE MARAVILHOSA EM ESTADO DE CALAMIDADE POR INCOMPETÊNCIA ADMINISTRATIVA !!

Governador Dornelles decreta estado de calamidade pública no Rio Eduardo Paes e Francisco Dornelles vão encontrar com Temer

Eduardo Paes e Francisco Dornelles vão encontrar com Temer Foto: Agência Brasil

O governador em exercício, Francico Dornelles (PP), decretou estado de calamidade pública no estado, em razão da grave situação financeira. O decreto foi publicado nesta sexta-feira (17), em uma edição extra do Diário Oficial.

O decreto foi acordado em um jantar entre Dornelles e o presidente interino, Michel Temer (PMDB), na noite desta quinta-feira (16), no Palácio Jaburu. Ele serve, entre outras medidas, como justificativa legal para a União repassar o presente de R$ 3 bilhões ao Rio de Janeiro.

No texto, Dornelles afirma que a crise impede o cumprimento das obrigações assumidas para os Jogos Olímpicos e Paralímpicos no estado, autorizando as “autoridades competentes a adotar medidas excepcionais necessárias à racionalização de todos os serviços públicos essenciais”.

O decreto também estabelece que cada autoridade competente editará atos normativos necessários à regulamentação do estado de calamidade pública.

O presidente da Assembleia Legislativa, Jorge Picciani (PMDB), que também estava no jantar com Dornelles e Temer, não quis comentar o decreto.

O governador em exercício Francisco Dornelles: cortes

O governador em exercício Francisco Dornelles: cortes Foto: Marcelo Carnaval / Agência O Globo

Carta branca

Na prática, a medida autoriza o estado, entre outras atribuições, a contrair empréstimos emergenciais sem a autorização da Assembleia Legislativa.

Presidente da Comissão de Tributação da Alerj, Luiz Paulo (PSDB) afirma que o decreto dá uma “carta branca” ao governador e secretários pelos próximos meses.

“O estado poderá conseguir recursos, com a União ou bancos privados, sem que se leve em consideração a sua capacidade de endividamento. Além disso, secretários poderão suspender contratos e fechar outros sem licitação. É uma carta-branca pelos próximos três meses”, explicou o tucano. “É a primeira vez que vejo o estado decretar calamidade pública por colapso na administração financeira”.

Reunião

Neste momento, o governador em exercício está no Palácio Guanabara explicando as implicações do decreto para os secretários.

A assessoria de imprensa do estado ainda não se pronunciou sobre o decreto.http://extra.globo.com/noticias/extra-extra/governador-dornelles-decreta-estado-de-calamidade-publica-no-rio-19529458.html

FAZER O QUE ? > Teori nega pedido de prisão feito pela PGR contra Renan, Sarney e Jucá

Ministro do STF considerou imunidade parlamentar e ausência de flagrante – No mesmo despacho, magistrado deu 5 dias para Cunha apresentar defesa. Renan RamalhoDo G1, em Brasília

O ministro Teori Zavascki, do Supremo Tribunal Federal (STF), negou nesta terça-feira (14) os pedidos de prisão apresentados pela Procuradoria Geral da República (PGR) contra o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), o senador Romero Jucá (PMDB-RR) e o ex-presidente da República José Sarney.

Na avaliação do ministro do STF, não houve no pedido de prisão “a indicação de atos concretos e específicos” que demonstrem a efetiva atuação dos três peemedebsitas para interferir nas investigações da Lava Jato.

Em relação ao pedido da PGR para prender o presidente afastado da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), Teori ainda não tomou uma decisão definitiva. Em razão do vazamento do pedido de prisão do deputado do PMDB, o magistrado mandou intimar Cunha a se manifestar em até cinco dias para se defender.

Além disso, o sigilo envolvendo o pedido de prisão do presidente afastado da Câmara será retirado para possibilitar que os advogados tomem conhecimento dos motivos apresentados por Janot para colocar o peemedebista atrás das grades.http://g1.globo.com/politica/operacao-lava-jato/noticia/2016/06/teori-nega-pedido-de-prisao-contra-renan-sarney-e-juca.html

Estão coagindo empresários a me comprometer, diz Lula em entrevista

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse que os procuradores da Operação Lava Jato não devem ter conhecimento do funcionamento da Petrobrás para afirmarem categoricamente que ele, enquanto presidente da República, sabia do esquema de corrupção na estatal. Em entrevista à Al Jazeera, o petista voltou a reclamar da operação da Polícia Federal e do mecanismo da delação premiada. “Eles estão coagindo os empresários a comprometer o Lula, dizer que o Lula participou. Até agora, não estou sendo processado, não fui indiciado. Quero saber qual é o momento que eles vão tentar me criminalizar. Tenho tranquilidade, duvido que algum procurador, que algum delegado da polícia, seja mais honesto que eu, mais ético que eu, nesse País”, afirmou o ex-presidente.

“As delações na minha opinião estão sendo banalizadas, porque você prende um cidadão, fica ameaçando o cidadão, ameaçando prender a mulher, o filho, se a pessoa não delatar. Dessa forma, as pessoas irão delatar até a mãe. As pessoas vão delatar o que não viram. Mas estou tranquilo, pode continuar prendendo mais gente, fazendo mais delação”, disse Lula.

Sobre o processo de impeachment contra sua sucessora, a presidente afastada Dilma Rousseff, Lula afirmou que não existe uma estratégia específica dele ou do PT para reverter o impedimento, mas que Dilma tem, neste momento, uma oportunidade. “Esse é o melhor momento político da Dilma para evitar o impeachment, porque a sociedade começa a compreender que não foi democrático tirar a presidenta”, disse, ao destacar que as pessoas que foram às ruas pedir a saída de Dilma não se manifestam em defesa do governo de Michel Temer. Para Lula, “a sociedade está muito constrangida pelo que aconteceu neste País”.

Ao dizer que a política é “a arte do impossível”, Lula afirmou que Dilma precisa convencer mais seis senadores, além dos 22 que votaram com ela, contra a abertura do processo de impeachment. E defendeu que ela pode corrigir erros e restabelecer a relação com o Congresso Nacional para ter governabilidade em eventual retorno ao governo. Na entrevista, Lula não falou sobre a hipótese de uma nova eleição – que foi colocada por Dilma em entrevistas recentes. O ex-presidente frisou apenas que, se conseguir retomar o mandato, Dilma precisará fazer mudanças. “Ela ai ter que assumir compromissos novos com a sociedade brasileira.”

Relação sólida. Lula negou que tenha dito ao ex-presidente José Sarney em qualquer ocasião que Dilma foi seu pior erro político. O petista classificou sua relação com a sucessora de “muito sólida”. “Não disse isso dentro do PT, não diria ao Sarney. Tenho muito orgulho de, depois de governar o Brasil por oito anos, ter eleito a primeira mulher presidenta.”

Questionado sobre sua vontade de se candidatar novamente à Presidência da Repúlica, Lula repetiu a resposta que tem dado em entrevistas e em discursos. Afirmou que espera que o PT consiga ter candidatos mais novos pois ele já tem 70 anos de idade, mas disse que, “se for preciso”, ele volta a disputar eleições para defender as conquistas sociais dos últimos 12 anos. LEIA TUDO: http://www.msn.com/pt-br/noticias/crise-politica/est%c3%a3o-coagindo-empres%c3%a1rios-a-me-comprometer-diz-lula-em-entrevista/ar-AAh0iiD?li=AAggV10&ocid=mailsignoutmd